A IMPORTÂNCIA DA EMBALAGEM NO E-COMMERCE

 

Em 2021 foram feitos 353 milhões de pedidos no e-commerce nacional. A escolha de uma boa embalagem pelo varejo e empresas de comércio eletrônico impacta na experiência dos consumidores e também nos custos e funcionalidade da logística.

 

Quando se trata de embalagem para o e-commerce deve-se pensar em algumas vertentes: armazenamento, transporte e no customer experience. Embalagens frágeis como sacolas, ou até aquelas lindas de presente que costumam ser utilizadas nas lojas físicas, não funcionam para proteger a integridade do produto, além de não serem funcionais no quesito de manuseio e organização. 

Para agradar aos consumidores, proteger a mercadoria e economizar nos custos da logística, é preciso pensar em embalagens com materiais resistentes, formatos minimalistas, mas que também apresentem personalidade.

A seguir, a Uello apresenta os pontos principais para levar em consideração na hora de escolher a embalagem ideal para seu e-commerce:

Surpreenda seus consumidores

Na hora de fidelizar clientes e agregar valor a sua marca não basta apenas contar com a qualidade do produto. No comércio eletrônico, toda a experiência conta, desde a compra até a hora de desembalar a encomenda. O termo unboxing experience significa exatamente isso, entregar aos consumidores “a experiência de tirar algo da caixa”.

Para isso, pense primeiro em adotar uma estética forte para sua marca, utilizando suas cores e logo na embalagem, e customização que pode ser aplicada em materiais diversos, como papelão ou plástico. Além disso, dependendo do seu produto, invista em embalagens internas reutilizáveis com fechamentos zip ou de cordões, por exemplo. Se você possui uma loja de calçados, enviar o objeto em uma sacola de tecido, ou em qualquer outro material resistente, permite que o consumidor possa dar outros propósitos ao embrulho. O reuso dessas embalagens possibilita criar soluções mais sustentáveis.

infográfico de sustentabilidade

Fonte: IBM Institute for Business Value

Para personalizar ainda mais as embalagens e agradar aos consumidores, considere adicionar um cartão de agradecimento com o nome para quem é a entrega e brindes, como amostra de produtos ou cupons de desconto. Segundo estudo realizado pela Sealed Air, líder em fabricação de embalagens, os consumidores estadunidenses afirmaram que ficam mais animados quando recebem suas compras em embalagens personalizadas e que parecem presentes. O índice entre as faixa etárias é:

infográfico preferência de embalagem para os consumidores

Fonte: Sealed Air

Lembre-se que uma boa experiência pode gerar outras vendas, seja através de uma avaliação positiva ou até mesmo uma postagem nas redes sociais.

Não esqueça da logística

Embalagens bonitas são essenciais para fidelizar clientes, mas o pilar principal das embalagens para e-commerce é sua funcionalidade, cujo objetivo é evitar danos à mercadoria e otimizar o armazenamento a fim de diminuir os custos com o last mile. Ainda, não podemos esquecer, que pode se ter uma embalagem do produto e outra externa, destinada à logística.

Conservação do produto/objeto

A função principal das embalagens na logística é assegurar a integridade física do item. Vale lembrar que elas poderão passar por várias etapas até chegar ao cliente final, então para proteger o objeto e evitar que algum dano ocorra durante o armazenamento, manuseio ou transporte, é preciso levar em conta qual o melhor material para cada tipo de produto que irá transportar.

As caixas de papelão e os envelopes são os mais comuns no e-commerce, já que possuem um formato fácil de organizar e são leves. As caixas de papelão são versáteis, podendo guardar uma luminária, brinquedos ou calçados. Além disso, elas podem ser utilizadas como organizadoras para embalagens menores, ou seja, serem utilizadas como embalagens das embalagens. Já os envelopes podem ser utilizados para guardar objetos menores ou de tecido, evitando ocupar espaço desnecessário. Se bem revestidos, podem ser utilizados até para guardar objetos de vidro.

O ideal para evitar que o item se mova e venha a quebrar ou amassar é que a embalagem não seja muito maior que o produto. De preferência, ele deve ocupar mais da metade do espaço disponível. Além de assegurar a integridade física da mercadoria, a otimização da embalagem permite diminuir o uso de materiais de preenchimento, contribuindo tanto para a margem operacional quanto para a sustentabilidade – através da diminuição de resíduos.

infográfico preferência de embalagem para os consumidores

Fonte: Sealed Air

Transporte e armazenamento

Neste caso, além da conservação da mercadoria, o objetivo é otimizar espaço nos centros de distribuição e também nos veículos de entrega.

Para grande quantidade de pedidos, deve-se pensar no potencial e na possibilidade de empilhamento, ou seja, na embalagem que vai agrupá-los e separá-los, a fim de organizar os pedidos e evitar insucessos na entrega caso algum se perca no processo. Por exemplo, no caso de envelopes que guardam objetos menores ou caixas pequenas de uma mesma empresa, o ideal é ter um compartimento maior para abrigar as embalagens menores, assim os pedidos serão melhor identificados pelos funcionários do hub/armazém e da equipe de logística, e também mais fáceis de caber nos veículos e disponibilizar espaços para outras entregas.

Vale lembrar que objetos de formatos não convencionais não devem ser embalados de acordo com a sua geometria, ou seja, evite embalar um item esférico em formato esférico, assim, ele caberá melhor nos espaços de armazenamento e nos transportes.

Custos

Lembre-se que o peso e o tamanho da embalagem influenciam diretamente nos custos de envio. Otimizar o espaço de carga no veículo permitirá que mais entregas caibam, diminuindo a quantidade de viagens e consequentemente os custos com frete e o last mile. Isto é, diminuindo a quantidade de viagens ou slot ocupado, é possível diminuir os custos com a gasolina, horas de motoristas e manutenção do veículo, pontos que interferem diretamente no custo final do transporte.

A fim de otimizar o espaço disponível nos veículos, como também no custo da mercadoria, é utilizado o cálculo de cubagem. Para realizá-lo, é utilizada a fórmula:

 

Altura x largura x profundidade x fator de cubagem

 

Exemplo de aplicação:

Uma cadeira de escritório possui 50 x 60 x 80 cm de dimensão e pesa 10 Kg. Utilizando o fator de cubagem de 166 kg/m3 – padrão para o e-commerce -, o peso cubado da mercadoria é:

 

Altura x largura x profundidade x fator de cubagem

Peso cubado = 0,5 x 0,6 x 0,8 x 166

Peso cubado = 39,8 Kg/m³

 

Para fins de cobrança, é importante saber que na logística é considerado sempre o maior valor entre o peso cubado e o real (físico). No exemplo anterior, por exemplo, por o peso cubado (39,8 kg) ser maior do que o peso real (10 kg), utiliza-se a precificação referente ao peso cubado.


Para tomar a melhor decisão na hora de escolher a embalagem ideal para seu e-commerce, um parceiro logístico pode ser a solução. A Uello é uma startup de logística e uma das empresas listadas no ranking da 100 Open Startups de 2021. Especializada em entregas (last mile), possui um time comercial consultivo para desenvolver soluções que mais se adequam a sua empresa, aconselhando em diversos pontos do processos da logística, desde a embalagem ideal até as notificações que agregam para experiência do cliente final. 

 

Saiba quais serão as tendências do e-commerce e logística para este ano.

 

 

TALVEZ POSSA TE INTERESSAR:

SE INSCREVA EM NOSSA NEWSLETTER